Rio Branco: tons pastéis na capital do Acre

Caminhar por alguns bairros e ruas de Rio Branco é como passear por um cenário ardente de Wes Anderson. Essa foi a nossa sensação e devaneio. Isso porque estão presentes, quase como personagens principais, aquelas harmoniosas cores em tons pastéis. Nem parece a capital de um Estado que carrega consigo uma história pesada, manchada de vermelho sangue. Mas, que bom.

Os acreanos souberam transformar as dores dos tempos passados em um orgulho multicolor, traduzido em homenagens mais que merecidas aos seringueiros soldados da borracha, aos índios e suas lendas e também aos povos ribeirinhos. São reconhecimentos evidentes em muros, parques e avenidas, museus, centro culturais e também na ponta da língua de muita gente.

Porém, a formação do Acre se fez não só por esses guerreiros. Aqui chegaram muitos sírio-libaneses e levantaram comércio, como também, com incentivo do governo muitos sulistas brasileiros para derrubar árvores e dar lugar ao gado. Por isso, faz sentido as inúmeras churrascarias e lojas do setor agropecuário. Claro, vai além.

Essa cidade bonitinha, de gente amorosa e receptível, é muito agradável. Ok, o calor tem um peso grande. Mas, Rio Branco tem muitos parques, praças, ciclovias, cerveja gelada e comida boa. Sentar à beira do Rio Acre para beber é uma das coisas mais gostosas para se fazer aqui, seja no calçadão da Gameleira ou no Novo Mercado Velho. Caminhar pelo Parque Maternidade, que corta um trecho gigante da cidade, vale para queimar as calorias.

É, prepare-se para ganhar uns quilinhos aqui, porque dá vontade de comer as delícias locais tudo. Nós amamos o tacacá, aquele caldo feito com tucupi, camarão, jambu, goma e especiarias. Aí tem o peixe tambaqui, o baião, a tapioca, o açaí de verdade (que não é nada doce) e o baixaria, um prato muitíssimo acriano, para o café da manhã, que leva cuscuz com carne moída, tomate, cheiro verde e ovos.

Agora, nos dias de passeios, além de caminhar para perceber a cidade, visitamos o Museu Palácio Rio Branco, que possui instalações bem bonitas para contar toda a história do Estado, desde os povos indígenas até a independência. Fomos também à Biblioteca da Floresta, que tem uma exposições bem legal sobre Chico Mendes e ainda uma casinha de seringueiro lá dentro. Só não conseguimos ir ao Museu da Borracha e à Casa dos Povos da Floresta porque estão fechados.

De resto, sinceramente, o que mais fazemos aqui é comer. Já que foram quase oito meses longe de casa, estamos aproveitando para matar saudade do feijão, da farofa, do pastel e da paçoca. Aproveitando ainda mais essa coisa de tudo ser motivo de festa, seja para reunir os amigos para beber, cozinhar juntos ou passear no parque. É o que . Por esse motivo, só agradecemos a todos que nos receberam tão bem nesse pedaço de Brasil.

Thalitinha ♡

Por esses dias, muitos vieram perguntar se voltamos para o Brasil, para enfim voltar para casa. Não. Viemos só dar um chego por aqui. Sempre deixamos a região da Amazônia de lado em todos os outros países, mas com planos de visitar a parte brasileira. A vontade de conhecer o Acre nasceu quando ainda iniciávamos o Peru e só aumentou quando conhecemos, em Arequipa, a Thalitinha.

Essa fofura da foto aí em cima é um dos nossos anjos acrianos, que sabe muito sobre o Estado e nos instigou ainda mais a vir. Pois, para Rio Branco viemos, onde, por sinal, fomos muito bem recebidos. O pessoal do Couchsurfing é extremamente ativo aqui e é na casa da Deja que estamos, uma das organizadores do grupo, na cidade. Não sabemos do nosso tempo aqui. Sabe-se apenas do desejo de explorar Acre adentro.

 

 

Anúncios

41 comentários sobre “Rio Branco: tons pastéis na capital do Acre

  1. Uhuuuu!! Eu não tinha certeza se vcs chegariam logo à nossa querida Rio Branco! Parabéns pelo post e fico imensamente feliz por terem captado o nosso melhor! Modéstia a parte, a gente gosta muito de receber nossos visitantes com muita comilança envolvida… kkkk Sejam bem vindos e sinta-se em casa!

    Curtir

  2. Matéria perfeita, sou rondoniense e também fui muito bem recebido/adotado pelo povo acreano.
    Explorem mesmo o Acre, ir até Cruzeiro do Sul pode ser uma aventura, mas vale muito a pena parar por Feijó para experimentar o seu famoso Açaí (Sim, o sabor lá é indiscutível), e os biscoitinhos de coco de CRZ juntamente com sua farinha.
    Cruzeiro ainda conta com construções antigas incríveis, entre elas a Igreja local, que possui uma arquitetura Românica grandiosa; o ponto de táxi, onde me impressionou a sua beleza, e casas charmosas, como uma casa suspensa redonda, uma tradução da arquitetura acreana.
    Parabéns pela matéria, continue nos engrandecendo com mais impressões como essa!
    Abraços.

    Curtir

    1. Nós, acreanos, carregamos no sangue a força obstinada das nossas origens nordestinas, bem como a ternura que no homem nordestino brotou quando, na segunda metade do século XIX, deixou lá sua família e embrenhou-se às nossas florestas. Amo meu Acre e quem dele gosta. Muito orgulhoso por tudo de bom que vocês levam de nós para o Brasil e o mundo. Moro em Cruzeiro do Sul. Venham para cá. Terão cama, comida, o rio Juruá e o Igarapé Preto, biscoitos de goma, tapioca, vinho de buriti, açaí e nossa culinária à base de peixes!

      Curtir

  3. Gente, as fotos estão lindas!!!! Parabéns pelo Blog, de muito bom gosto e bem apurado…prazer grande conhecer vocês, melhor ainda se nos reencontrarmos!!! Beijos, Ivi.

    Curtir

  4. Muito bacana o teu olhar por nossa querida Rio Branco lindo foco , assim mesmo é o acreano.
    Caloroso,acolhedor,alegre,jeitoso,e orgulhoso do seu estado. E como o Acreano responderia a tantos elogios “é mesmo”. Boa viajem,see y.

    Curtir

  5. O Acre existe!
    É lindo de ver e de se viver.
    Belas fotos, a dica de desbravar o interior e ótima. Feijó com seu açai, Taraucá com os abacaxis, Cruzeiro do Sul e sua paisagem lindíssima.
    Parabéns!

    Curtir

  6. Cara, que texto!!! Parabéns pelo blog, obrigado pelo cantinho dado à Rio Branco e mais obrigado ainda por me fazer sentir orgulho de ser acreano!! Tomei a liberdade de compartilhar no facebook por achar que mais pessoas devem ler isto ! 😀

    Curtir

  7. Fico imensamente feliz em saber que foram bem tratados aqui, sinto um orgulho tão grande… Rs. Muito obrigada pela visita e pelo carinho e gratidão que nós Acreanos sentimos quando lemos essa matéria… Muito obrigada mesmo, o Acre sempre estende uma mão para quem precisa, mas para quem merece… Estende as duas.

    Curtir

  8. Primeiramente, meus parabéns por essa excelente matéria e ótimas fotos! Dêem uma passada por Quixadá, fica aí em Rio branco mesmo. É lá que está parte da cidade cinematográfica da mini série Amazônia que passou na Globo. Lá é lindo e fica a beira do rio. Abraços e boa viagem!

    Curtir

  9. Rio Branco é linda, mesmo na sua simplicidade. Trás um aconchego que muitas capitais grandes não têm. Temos uma carne de primeira qualidade, frutas aos montes e muita, mas muita gente feliz. Adorei o blog!
    Beijo grande e boa viagem.

    Curtir

  10. Sou acreana, mas mudei de Rio Branco há exatos 20 anos e desde então pude ver o quanto o resto do país é preconceituoso com o Acre. Esse texto e essas fotos me fizeram ter saudade do lugar que morei por tão pouco tempo. Que vocês aproveitem muito dessa cidade e desse Estado que tem muito a oferecer.

    Curtir

  11. Que gosto bom de ouvir falar da minha cidade! Saudades imensas da minha terra! Obrigada por me permitir matar um pouco da mesma através de palavras tão esclarecedoras! Parabéns.

    Curtir

  12. Rio Branco…Calor intenso… Mercado Velho… Calçadão da Gameleira… Baixaria… foi nessa cidade tão diferente de minha Minas Gerais, que vivi parte da minha história de amor, com o garoto mais lindo do mundo… Saudades de Rio Branco, saudades da Gameleira, saudades das tardes quentes no Mercado Velho… saudades…que em breve matarei… lindo trabalho, parabéns!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s