Vulcões: do Pululahua ao Quilotoa

⦾≈ We waved adiós to Quito and headed to what interests us the most in Ecuador: volcanoes, mountains and nature. Quilta, a 3800 masl volcano that erupted last time by 800 years ago and formed a boiler with an astonishing lagoon. It’s situated in a thorp of 20 families in the county of Zumbahua. Before heading to Quilotoa, we visited the no less important Pululahua. A volcano 17km north from Quito, shortly after La mitad del Mundo. This is actually the crater of an inactive volcano that now functions as a botanical reserve area. About 40 families lives from agriculture and camping there.


Seguimos estrada rumo ao que mais nos interessa neste Equador: vulcões, montanhas, natureza. Assim, chegamos ao Quilotoa, um vulcão de 3800m acima do nível do mar, que entrou em erupção pela última vez há 800 anos. Ao final, formou-se uma caldeira com uma grande laguna. Esse cenário faz parte de povoado, de aproximadamente 20 famílias, de mesmo nome; pertencente ao município de Zumbahua.

“Los habitantes de la región cuenta la  leyenda: hace un tiempo vivía en la superficie de la laguna el rey de los volcanes, llamado Quilotoa, que se enfrentaba en destructivas batallas con su peor enemigo Toachi, que residía bajo la superficie de la laguna, que lo odiaba por que  reflejaba el cielo en el espejo formado por las aguas del estanque.”

Antes de seguir para o Quilotoa, visitamos o não menos importante Pululahua. Um vulcão que fica a 17km ao norte de Quito, um pouco depois de La mitad del Mundo. Esse é um vulcão também inativo, que fica numa região de reserva botânica.

 

Anúncios

10 comentários sobre “Vulcões: do Pululahua ao Quilotoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s