Bogotá num dia para os museus

Candelaria é o bairro histórico, uma zona artística. Dos muros de grafites expostos, da calle 11. Esta, a rua de museus, bibliotecas e centro culturais. Ali, nosso passeio pelo Museo de Arte del Banco de la República, um espaço moderno dedicado às artes plásticas latino americanas e européias. Obras expressionistas, obras clássicas. Mas, gostamos mesmo do pop art e dadaísmo de artistas colombianos presentes.

Como são interligados, seguimos para a Casa de Modena. História monetária e dúvidas de que realmente gostamos e queremos saber disso. Não. O pátio do museu tem mais história e beleza do que as moedas frias. Aí o Museo Botero. Fofo, foda. Botero e seu universo gordolândia. Uma identidade que a gente gosta. Há ainda Picasso, Miró, Klimt e Renoir.

Depois o Centro Cultural Gabriel García Márquez. Algo que não entendemos.  Uma livraria bonita, oficinas de arte, uma arquitetura interessante desconcertante. Por fim, o Museo del Oro, guardando peças valiosas e tesouros pré-colombianos. Um acervo inestimável.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s